Equipe
   Atlas
   Cartas
   Eventos
   Links
  Cronograma do Projeto
   Imagens
   Vídeos
 



Texto Normal Texto Grande Fundo Preto Fundo Pastel Fundo Padr�o


CARTAS TÁTICAS

 

As Cartas SAO táticas estão, em geral, associadas a vazamentos de porte médio, que podem causar impactos além dos limites das instalações de origem do óleo derramado, envolvendo recursos de
terceiros. O óleo tem origem em acidentes com embarcações em portos, baias / estuários, na costa e em óleodutos. Essas Cartas foram construídas cobrindo todo o litoral da bacia mapeada, em uma escala intermediária, entre a pequena escala da Carta estratégica e a escala maior das Cartas SAO operacionais.

As dez Cartas táticas de sensibilidade ambiental ao óleo para a BMFZA são codificadas de FZA 10 a FZA19 e foram elaboradas em escala de 1:150.000, de acordo com as Especificações e Normas Técnicas para a Elaboração de Cartas SAO e o Plano Cartográfico para o Mapeamento de Sensibilidade Ambiental ao Óleo da Zona Costeira e Marinha. As cartas táticas apresentam a classificação detalhada dos ISL, conforme apresentado na metodologia do Atlas. Constam ainda das Cartas SAO táticas as seguintes informações:

Box com mapa de localização, indicando os limites das cartas SAO em nível tático da BMFZA; batimetria;  parâmetros de circulação costeira, direção predominante do transporte litorâneo; indicação da amplitude de maré; climatologia dos ventos em superfície (considerou-se para as cartas táticas FZA10 a FZA15 a estação de Macapá e para as cartas táticas FZA16 a FZA19, a estação de Belém); contorno da linha de costa; unidades de conservação costeiras e marinhas, com seus nomes, classificação e limites, quando disponível; sítios históricos, reservas indígenas e quilombos localizados na zona costeira; recursos biológicos sensíveis; áreas com aspectos biológicos relevantes (áreas de desova, endemismo e outros fenômenos biológicos especiais); atividades socioeconômicas que podem ser afetados por derramamentos de óleo ou pelas ações de resposta a incidentes de poluição por petróleo e derivados; informações relevantes para a resposta a incidentes de poluição por óleo como: estradas de acesso à costa, aeroportos, portos e atracadouros, rampas para embarcações, instalações militares que possam prover apoio logístico às operações de combate a derramamento de petróleo e derivados; terminais petrolíferos e outras instalações da indústria de petróleo. Os principais recursos socioeconômicos e as informações sobre poluição e resposta plotados em cada carta tática possuem um código único por carta, associado a uma listagem, que pode ser consultada nas páginas finais do Atlas. Recursos que ocorrem em área de superposição de carta possuem numeração sequencial para cada carta. No banco de dados, porém, além dos recursos numerados plotados nas cartas táticas, estão todos os recursos levantados dentro da área da carta estratégica.

As unidades de conservação, terras indígenas e quilombos são representados em box em cada carta tática e no espaço da carta estas unidades estão representados por ícones correspondentes plotadas a partir do centróide de cada polígono.

As áreas de pesca artesanal e industrial encontram-se com representações cartográficas diferenciadas.

Informações mais detalhadas sobre a sensibilidade do litoral para as áreas das cartas táticas FZA15 e FZA 19 onde concentram-se atividades da indústria petrolíferas e os principais portos da BMFZA podem ser obtidas nas Cartas SAO de nível operacional codificadas de FZA100 a FZA114.

As Cartas SAO táticas encontram-se em formato reduzido para A3 dentro do Atlas nas página 47 a 56.

Baixar Cartas SAO táticas



© Copyright 2017, © Todos os direitos reservados ao Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá - IEPA. Desenvolvido pelas Núcleo de Informação em Mídia Eletrônica e Publicação Científica/NUID/IEPA. WebMaster: webadmin@iepa.ap.gov.br
Núcleo de Pesquisas Aquáticas - NUPAq