Equipe
   Cartas
   Eventos
   Links
  Cronograma do Projeto
  Cronograma de Expedições
   Imagens
   Vídeos
 



Texto Normal Texto Grande Fundo Preto Fundo Pastel Fundo Padr�o


ANTECEDENTES DO PROJETO

As primeiras cartas de sensibilidade a derramamento de óleo para a região da Foz do Amazonas foram elaboradas no âmbito da Rede PETRORISCO, financiada pela FINEP e Petrobras, iniciada em 2001, que contou com a participação das instituições locais: IEPA, UFPA e MPEG.

De 2004 -2008 foi executado o projeto Projeto PIATAM MAR (fases I e II), financiado pela PETROBRAS, coordenado pela UFPA que gerou uma séries de informações sobre a região inclusive cartas táticas em escalas 1:250.000 para todo o litoral amazônica e, cartas operacionais em escala 1:10.000 em áreas de terminais e portos.

Entre 2007 a 2009 - articulação do MMA com o Programa GERCO do Amapá e Pará e  instituições locais (IEPA, MPEG e UFPA)  para a elaboração das Cartas SAO oficiais das bacias marítimas da foz do Amazonas e do bacia Pará-Maranhão. 

Em 2011, o MMA, em parceria com o CNPq lançam o Edital da Chamada CNPq/MMA Nº 22/2011 para as bacias marítimas da Foz do Amazonas, Pará-Maranhão e Pelotas o que culminou com a elaboração deste projeto, aprovado em 29 de dezembro de 2011.

OBJETIVOS

- Identificar e mapear a localização de áreas e recursos biológicos, atividades econômicas sensíveis ao derramamento de óleo, na Bacia Marítima da Foz do Amazonas, assim como a capacidade instalada de resposta a emergências com vistas a Redução das consequências ambientais de vazamento de óleo e tornar eficientes os esforços de contenção e limpeza/remoção. Este objetivo será evidenciado por uma cartografia da Bacia da Foz do Amazonas.

- Sistematizar o conhecimento acumulado sobre a região costeira e marítima da Bacia Marítima em questão em parceria com demais instituições que atuam na área e disponibilizando esse conhecimento no formato de cartas e publicações para os tomadores de decisão e através da web.

ESTRATÉGIA METODOLÓGICA

O projeto está desenhado em quatro fases principais: a) aquisição de infra-estrutura para a realização das atividades previstas, b) coleta de dados pretéritos com elaboração das cartas preliminares, c) coleta e tratamento de dados de campo a partir da avaliação das informações preexistentes, d) elaboração das cartas, e) elaboração e implementação do Banco de Dados Geográfico.

Para a elaboração da base das cartas estratégicas, táticas e operacionais são utilizados dados de satélite para observação da terra do tipo óticos e radar, adicionados a dados de topografia do fundo marinho.

A capacidade do Laboratório de Sensoriamento Remoto Aplicado a Análises Espaciais em Ecossistemas Aquáticos-LASA e dos laboratórios e expertise dos pesquisadores associados ao projeto que atuam na costa amazônica, estão sendo utilizados para a geração dos produtos. Os princípios de inovação já adotados em outros projetos de cartografia do litoral amazônico com as diversas instituições parceiras nacionais e internacionais, a exemplo da classificação orientada a objeto permitirá um rápido acesso à extração das informações sobre as imagens de satélite.

RESULTADOS ESPERADOS

  • Uma (01) Carta SAO em nível estratégico, em escala 1:750.000, em formato A0.
  •  Dez (10) Cartas SAO em nível tático, em escala 1:150.000, em formato A1.
  • Quinze (15) Cartas SAO em nível operacional, em escala 1:25.000, em formato A3 para locais de maior risco/sensibilidade ao derramamento de óleo. Porto de Santana e Macapá (no
    Estado do Amapá). Porto de Belém e complexo de Vila de Conde (no Estado do Pará).
  • Um (01) Atlas de Sensibilidade Ambiental ao Óleo para a Bacia Marítima da Foz do Amazonas, destinado aos tomadores de decisão e gestores do litoral, contendo as cartas estratégicas, táticas e operacionais, em formato A3.
  • Uma (01) Banco de Dados Geográficos, contendo as cartas estratégica, táticas e operacionais. Esta base estará vinculada ao MMA e ao IEPA. Os seguintes produtos estarão agregados ao Banco de Dados:
    • Dois (02) mosaicos de imagens de satélite (Landsat 8 OLI e ALOS PALSAR). Produtos a partir dos quais serão geradas as cartas imagens que subsidiam a confecção das cartas SAO nas escalas estratégica, tática e operacional;
    • Cartografia dos Índices de Sensibilidade do Litoral com a classificação dos habitats costeiros;
    • Cartografia dos recursos biológicos sensível ao derramamento de óleo;
    • Cartografia das atividades econômicas conflitantes com prováveis cenários de derramamento de óleo
    • Cartografia das fontes de poluição e da capacidade de resposta ao derramamento
  • Exemplares das Cartas Geradas (500 exemplares) em Meio Impresso.
  • Relatórios Parciais e Final de Execução do Projeto, detalhando as atividades desenvolvidas durante a fase de execução do projeto, com registro das ocorrências que afetaram o desenvolvimento do mesmo.
  • Publicações tecnicas, científicas, trabalhos de conclusão de curso e dissertações de mestrado
  • Formação de recursos humanos na região.

ESTRUTURA GERENCIAL

- Em breve

pdf Projeto Carta SAO




© Copyright 2013, © Todos os direitos reservados ao Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá - IEPA. Desenvolvido pelas Unidades de Informação em Mídia Eletrônica e Publicação Científica/DIDOC/IEPA. WebMaster: webadmin@iepa.ap.gov.br
Centro de Pesquisas Aquáticas - CPAq